Escola dos Servidores - Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso

Notícias

A- A+

Comitê apresentará diagnóstico do sistema judicial

 

Os grupos de trabalho do Comitê Multi-Institucional do Poder Judiciário vão se reunir na próxima segunda-feira (30 de maio), às 9h30, para apresentar o diagnóstico realizado em cada entidade parceira do projeto. Será a segunda reunião de atividade do Comitê, instalado no mês de abril com o objetivo de promover a reestruturação do sistema judicial de Mato Grosso, com ações estratégicas integradas para melhorar e ampliar as condições dos serviços prestados à sociedade mato-grossense. O encontro será na Sala Cajazeira, na Escola dos Servidores Atahide Monteiro da Silva.

 

Como parte dos trabalhos que antecedem as ações estratégicas a serem traçadas, cada instituição apresentará o panorama da realidade vivida nos últimos três anos, demonstrado em gráficos e dados estatísticos. O mesmo será feito pelo Poder Judiciário, que fará a apresentação do diagnóstico resultante dos três últimos anos.

 

Na reunião também será definida como cada instituição integrante do Comitê participará na gestão do projeto e, por sua vez, como as ações do projeto poderão interagir com as políticas públicas.

 

Segundo o corregedor-geral da Justiça, desembargador Márcio Vidal, e idealizador do Comitê, o momento exige o diagnóstico e a discussão dos problemas de estrutura do judiciário de Mato Grosso para propor medidas para solucioná-los. “A necessidade de mudanças não se restringe ao sistema judicial do Estado ou do país porque as transformações estão sendo exigidas em todo o mundo”, afirmou.     

 

Integram o Comitê as seguintes instituições e entidades: Corregedoria-Geral da Justiça, Tribunal de Justiça, Corregedoria-Geral do Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso, Corregedoria-Geral do Tribunal Regional do Trabalho, Corregedoria-Geral do Tribunal Regional Eleitoral, Corregedoria-Geral da Defensoria Pública, Procuradoria Geral do Estado, Associação Mato-grossense dos Magistrados, Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e Escola dos Magistrados.

 

Assessoria de Comunicação CGJ-MT